Não sou advogado, mas também não sou analfabeto.

images

Ministro Dias Toffoli, do STF, ex advogado do PT e ex subordinado de José Dirceu, pede transferência para a turma que julgará réus da operação Lava Jato. Absurdo. Veja o ofício e o que diz a legislação, mais abaixo:

O ofício enviado ao presidente do STF pelo ministro Dias Toffoli (Foto: Reprodução)O ofício enviado ao presidente do STF pelo ministro Dias Toffoli (Foto: Reprodução)

No Processo Penal, artigo 254 do CPP, dispõe que:

Art. 254 – O juiz dar-se-á por suspeito, e, se não o fizer, poderá ser recusado por qualquer das partes:
I – se for amigo íntimo ou inimigo capital de qualquer deles;
II – se ele, seu cônjuge, ascendente ou descendente, estiver respondendo a processo por fato análogo, sobre cujo caráter criminoso haja controvérsia;
III – se ele, seu cônjuge, ou parente, consanguíneo, ou afim, até o terceiro grau, inclusive, sustentar demanda ou responder a processo que tenha de ser julgado por qualquer das partes;
IV – se tiver aconselhado qualquer das partes;
V – se for credor ou devedor, tutor ou curador, de qualquer das partes;
VI – se for sócio, acionista ou administrador de sociedade interessada no processo.

Já no Processo Civil, o artigo 135 (suspeição) do CPC dispõe:

Art. 135. Reputa-se fundada a suspeição de parcialidade do juiz, quando:
I – amigo íntimo ou inimigo capital de qualquer das partes;
II – alguma das partes for credora ou devedora do juiz, de seu cônjuge ou de parentes destes, em linha reta ou na colateral até o terceiro grau;
III – herdeiro presuntivo, donatário ou empregador de alguma das partes;
IV – receber dádivas antes ou depois de iniciado o processo; aconselhar alguma das partes acerca do objeto da causa, ou subministrar meios para atender às despesas do litígio;
V – interessado no julgamento da causa em favor de uma das partes.

Parágrafo único. Poderá ainda o juiz declarar-se suspeito por motivo íntimo.

Enfim, algumas das razões são subjetivas. Mas pela regra mais antiga de qualquer tratado jurídico, o BOM SENSO, pode-se AFIRMAR que Dias Toffoli não tem como ser IMPARCIAL em uma causa onde há interesse direto e total do organismo (Partido dos Trabalhadores) que colocou-o na mais alta corte do país.

Nada mais precisa ser dito. Sua participação no julgamento dos réus no processo penal que DERRETEU a Petrobras sob a batuta do governo PT é um ESCÁRNIO à todos nós brasileiros.

Vamos ver até onde isso vai.

 

 

Tags: , , , , , ,

3 Respostas to “Não sou advogado, mas também não sou analfabeto.”

  1. ARNALDO VIEIRA Says:

    o JUIZ DEVERÁ SE DECLARAR SUSPEITO POR MOTIVO INTIMO , COMO DIZ A REDAÇAO DA LEI ,MAS AQUI O MINISTRO MOSTRA TOTALMENTE O CONTRARIO A ETICA . A OAB , E TODAS AS INSTITUIÇOES MORAIS DO BRASIL , ASSIM COMO A PROPRIA ONU , O POVO BRASILEIRO DEVE PEDIR A SUSPEIÇAO DESTE SUJEITO !!!

  2. Gurgel Says:

    kkkkk .. e vcs acham q isso vai ser cumprido? .. eles estão se lixando, pra o q vcs pensam.. vcs não entenderam ainda? .. no joguinho deles pode sair 200 milhões às ruas .. pode a PF prender quem quiser.. pode desbaratar qualquer quadrilha .. pode abrir o BNDES e ver todo a maracutaia .. pode fazer o q quiser.. por meios ditos legais essa quadrilha não sai do poder NUNCA!! eles controlam TUDO!! .. eu vou continuar rindo junto com eles … buzinaço? .. panelaço? .. somo todos é PALHAÇOS!! …

  3. rmmrodri (@rmmrodri) Says:

    Se tivesse alguma ética já teria se considerado impedido no julgamento do mensalão.

Deixe uma resposta para ARNALDO VIEIRA Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: