Um Presente de Natal Para Porto Alegre

Uma semana antes do Natal o mundo recebeu a notícia da morte do líder norte-coreano Kim Jong-il, que dominava o regime mais fechado do mundo atual.

No momento em que ainda nem secou a tinta dos jornais que publicaram reportagens sobre as peripécias do ex ministro do PC do B, Orlando Silva, frente a pasta do Ministério do Esporte, em nota oficial, seu Partido Comunista do Brasil, cujos maiores expoentes locais são Raul Carrion, Jussara Cony e a festejada deputada federal Manuela D’Avila, atual líder das pesquisas de intenção de votos à corrida pela prefeitura da capital gaúcha em 2012,  se solidarizou com a morte do ditador norte-coreano, vítima de um ataque cardíaco.

A nota, assinada pelo presidente nacional do PCdoB, Renato Rabelo, e pelo secretário de Relações Internacionais do Partido, Ricardo Abreu Alemão, lamenta com “profundo pesar” o falecimento do líder. Vale a pena ler a íntegra da nota: 

Estimado camarada Kim Jong Un Estimados camaradas do Comitê Central do Partido do Trabalho da Coréia Recebemos com profundo pesar a notícia do falecimento do camarada Kim Jong Il, secretário-geral do Partido do Trabalho da Coreia, presidente do Comitê de Defesa Nacional da República Popular Democrática da Coreia e comandante supremo do Exército Popular da Coreia. Durante toda a sua vida de destacado revolucionário, o camarada Kim Jong Il manteve bem altas as bandeiras da independência da República Popular Democrática da Coreia, da luta anti-imperialista, da construção de um Estado e de uma economia prósperos e socialistas, e baseados nos interesses e necessidades das massas populares. O camarada Kim Jong Il deu continuidade ao desenvolvimento da revolução coreana,inicialmente liderada pelo camarada Kim Il Sung, defendendo com dignidade as conquistas do socialismo em sua pátria. Patriota e internacionalista promoveu as causas da reunificação coreana, da paz e da amizade e da solidariedade entre os povos. Em nome dos militantes e do Comitê Central do Partido Comunista do Brasil (PCdoB) expressamos nossas sentidas condolências e nossa homenagem à memória do camarada Kim Jong Il. Temos a confiança de que o povo coreano e o Partido do Trabalho da Coreia irão superar este momento de dor e seguirão unidos para continuar a defender a independência da nação coreana frente às ameaças e ataques covardes do imperialismo, e ao mesmo tempo seguir impulsionando as inovações necessárias para avançar na construção socialista ena melhoria da vida do povo coreano. Renato Rabelo, presidente nacional do PCdoB e Ricaro Abreu Alemão secretário de Relações Internacionais do PCdoB 19de dezembro de 2011 

Durante 17 anos Kim Jong-il esteve à frente de uma dinastia comunista hereditária nos quais governou com mão de ferro um regime baseado no culto à personalidade  sempre detrás dos inseparáveis óculos de sol e uniforme militar, que se transformaram em sua marca registrada.

Os norte-coreanos, sem acesso à informação, a não ser a oficial, e sem liberdade, sempre foram levados a crer que Kim Jong-il era um semi-Deus. Segundo a TV estatal até a natureza ficou de luto, pois estranhos fenômenos estariam ocorrendo no país após sua morte. Em uma montanha, perto da cidade-natal de Kim Jong-il, o gelo teria se quebrado e o barulho teria sido tão forte que fez tremer os céus e a terra.

Cobrada via twitter pela nota oficial de seu partido, a deputada Manuela D’Avila teria reagido com desdém: “Vamos tratar do que realmente é importante para Porto Alegre”, teria dito. Confesso que não li o papo virtual, pois não sou “seguidor” da deputada.

Mas, sim, vamos tratar do que realmente é importante para Porto Alegre.

Será que eleita prefeita, como vaticinam aqueles profetas que sempre somem após constatarem o equívoco de seus prognósticos após a abertura das urnas (vide 2008), o partido comunista da deputada tentará implantar na capital gaúcha, um modelo inspirado no por eles tão admirado regime descrito na nota do PC do B? Será que a guarda municipal ou nossos conhecidos “azuizinhos” receberão orientação e treinamento inspirados no modelo norte-coreano cuja admiração a nota oficial reflete tão bem?

E o que dizem os fisiológicos que hoje cercam e adulam essa virtual “pule vencedora” ao paço municipal?

Nada. Tudo vale pela chance de pegar um carguinho, um posto, um espaço, não importando serem estuprados os princípios ideológicos. 

Fale mais sobre o tema, nobre deputada.    

Anúncios

Tags: , , , , ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: