Nosso Sonho do Metrô

Creio que não há um só portoalegrense que não deseje o metrô, última esperança para minorar nossos crescentes problemas de trânsito. 
  
Mas não compreendo por que até hoje ninguém pensou em uma linha entre a Estação Anchieta do Trensurb, junto a Free-Way até a Avenida Assis Brasil, junto a FIERGS. 
 
Esta linha poderia correr paralela a Free-Way, a céu aberto, e estaria integrada ao atual  Trensurb. Atravessaria áreas sub aproveitadas, atendendo a região mais populosa da cidade, que é o extremo da Zona Norte, além de municípios vizinhos. Custaria uma pequena fração do valor previsto para a obra recentemente anunciada pela prefeitura de Porto Alegre e causaria poucos transtornos durante sua realização. Poderia ficar pronta em até um ano, prazo muito inferior ao previsto para a conclusão da totalidade da linha 2. Não inviabiliza o projeto recentemente anunciado pela Prefeitura de Porto Alegre. Pelo contrário, até o suplementa, com a integração não prevista com o atual Trensurb.
  
Com linhas de ônibus de integração, a ligação Estação Anchieta/FIERGS atenderia não só a Zona Norte, como também os municípios de Cachoeirinha, Gravataí e Alvorada, tal e qual o desejo de todos. E facilitaria o acesso aos municípios de Canoas, Sapucaia, Esteio,  São Leopoldo, contribuindo para ajudar a desafogar o  trecho mais problemático da BR 116. 
 
Uma única composição de vagões poderia percorrer o trecho Estação Anchieta/FIERGS em cerca de cinco minutos. 
 
Há espaço suficiente no bairro Anchieta para ser construída a área de embarque/desembarque, bem como para realizar melhorias na passarela de pedestres atual, sobre a BR 116, integrando a Estação Anchieta a esta sugerida. Igualmente, não parece ser problema o espaço disponível próximo a FIERGS/Free-Way, já que o atual projeto da linha 2, inclusive, prevê oficina de manutenção de trens naquela área.
  
Além das linhas de integração por ônibus, poderiam também ser previstos  bolsões de estacionamento  próximos da área junto a FIERGS para usuários da linha oriundos dos vários bairros da Zona Norte, Sarandi, Rubem Berta, Protásio Alves, Mario Quintana, etc, além de Alvorada, Cachoerinha, Gravataí e até Viamão.

O prefeito Fortunati disse não ter um plano “B” para o caso da não inclusão da linha 2 do metrô no PAC da Mobilidade Urbana.  Mas para que os gaúchos e portoalegrenses possam usufruir  dos benefícios do metrô mais rapidamente que os cinco anos estimados para a execução da obra constante do projeto da linha 2 (sem contar o tempo decorrido até a aprovação pelo Governo Federal), fica aqui esta sugestão. Simples, eficiente e muito mais rápida e barata.

Anúncios

Tags: , , , , , , , , , ,

8 Respostas to “Nosso Sonho do Metrô”

  1. Roberto Dini Says:

    Muito boa idéia, Enio! Só quem suporta este trânsito horrível saberia avaliar o valor desta proposta.
    Muito bom, mesmo!
    Abraços!

  2. luiz fernando tubino Says:

    Parabéns pelo lançamento deste blog; cumprimentos pela idéia do metro paralelo a free-way que poderia ser construido ainda em áreas não ocupadas, mas como a turma quer “comer pronto” parece que não possuem critividade para melhorar o que chamam de mobilidade urbana, que acho que já é imobilidade pelas burradas da grande EPTC em fazer funis e complicar o transito; olha o exemplo do tunel da Conceição que para ser submetido a obra de restauração a EPTC para melhorar a mobilidade fez algumas alterações,como a abertura da Ramiro e a inversão de mão e liberação de trafego obstruido. Só melhorou e se viu que 1/2 tunel quebra o galho. sucesso. ab. Tubino

  3. andrea Says:

    oi Zé

    muito sucesso. excelente artigo.
    abçs

  4. neto Says:

    Tem razão Enio…
    Somos um estado privilegiado para o desenvolvimento de uma fortíssima industria metroviária e ferroviária. Não só como usuários em nossa infraestrutura de mobilidade, como exportadores para todo o país e exterior. Poucos sabem, mas até já exportamos equipamento ferroviário de alta tecnologia. É!… Ali mesmo, em Canoas, Na Alston / Areva (antiga Coemsa), se produz equipamento para o TGV (trem de alta velocidade francês). Agora vamos a Caxias do Sul (Ana Rech)uma das maiores fábricas de ônibus do planeta – Marcopolo. Ali, desde 1981, se fabricam vagões de ônibus para o mundo inteiro. Eles têm até unidades em outros países como África do Sul e USA.
    Então vamos supor que esses 2 gigantes (Marcopolo e Alston) conversassem; criassem um anteprojeto de composição ferroviária. Então o estado entrasse como interlocutor. Posicionando-se como cliente em potencial. Não como aconteceu no final dos anos 70; quando iludiram Oscar Coester (do aeromóvel). Mas com um projeto governamental com um planejamento consistente. Seria muito melhor que pensar nessas concorrências internacionais.
    Os europeus valorizam seus fabricantes. Por que não fazemos o mesmo?!…

  5. jef Says:

    Excelente idéia. Aproveitando o gancho, muitos anos atrás, vi um projeto que me pareceu mais simples e barato do que os atuais metrôs subterrâneos que estão sendo propostos pelo poder público: uma linha ligando o Foro de Porto Alegre à Viamão, posicionada sobre o arroio Ipiranga – nada de túneis e escavações – suportada por estruturas metálicas.

    • Enio Meneghetti Says:

      Muito obrigado pelos comentários e sugestões que enriquecem a discussão e só demonstram o quanto há de soluções disponíveis, desde que se use criatividade e bom senso. Mas, principalmente, sem politicagem.

      A questão trânsito é uma das muitas que, me parece, desatando alguns “nós” crônicos, poderia ser muito melhorada com um investimento baixíssimo. Em breve pretendo publicar algo mais sobre isso, com fotos e sugestões para melhorias. Quem sabe adianta?

      Abraços.
      Enio

  6. josé luiz bicca heineck Says:

    A idéia do metro da zona norte é excelente, tem que ser levada a frente. Fortunatti, O Fraco não fará, Manuela, A Linda,se eleita, também não. Precisamos de alguém que seja administrador de Porto Alegre. Sugiro que se busque na sociedade um bom administrador com cabeça de engenheiro. Deixo para os amigos a proposta de um metro que poderia correr por cima do riacho ipiranga, de fora a fora, passando pelo centro adm , gasometro , chegando ao mercado público. Outra sugestção seria um trem até a tristeza, passando pelo barra e chegando a praça da tristeza ( já tivemos um atpe a pedra redonda. Uma terceira sugestão, já que estamos falando de mobilidade urbana e humana, seria estender uma esteira rolante desde o mercado ( chegada do trem de sapucaia) até o centro administrativo na cipraia de belas. Aspessoas já vem espremidas no trem e merecem um descanso enquanto se dirigem ao trabalho. Seria um belo passeio por toda a Borges de Medeiros, segmentada a esteira conforme as esquinas. Quanto ao metro dePOA sou a favor desde que seja de superfície ; em sendo subterrâneo sou contra porque os incompetentes destruirão a cidade e jamais saberão montá-la como manda o figurino.No mais, amigo Enio, é tocar o barco e não se deixar levar por ondas negativas e politiqueiras tão usadas atualmente.
    Abraço.

  7. Auber Césaro Says:

    Parabéns pela iniciativa e por chamar atenção à falta de planejamento dos investimentos públicos. Realmente a ideia parece bastante boa, e teria mais serventia para um número bem maior de usuários do sistema. Somo carentes de recursos públicos e quanto eles existem então que seja promovido um debate/enquete mais amplo para a alocação desses recursos.
    Para contrubuir deixo a sugestão de leitura da publicado hoje pela Exame, com uma pesquisa que fala sobre a qualidade do transporte público. http://exame.abril.com.br/economia/brasil/noticias/pesquisa-sobre-locomocao-comprova-que-brasileiros-jogam-tempo-e-dinheiro-no-lixo?page=2&slug_name=pesquisa-sobre-locomocao-comprova-que-brasileiros-jogam-tempo-e-dinheiro-no-lixo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: